quarta-feira, 10 de julho de 2019

Avaliação (Review) e Guia de Uso: Tudo sobre a Politriz Roto Orbital Kers 8 780W

Fala galera, tudo tranquilo?

É com bastante satisfação que trago hoje mais um guia super detalhado sobre o uso de uma politriz roto orbital de excelente qualidade e baixo custo, ideal para você que quer iniciar nos trabalhos de polimento e detalhamento automotivo, com alguns recursos a mais, os quais irei mostrar ao decorrer dos trabalhos aonde irei usar a nova Politriz Roto Orbital Kers 8 780W 110v.

Quer comprar a sua com 10% de desconto?


Tenho um cupom de desconto não só para a compra a Politriz Roto Orbital Kers 8 780w mas também qualquer outra politriz ou produto disponível no site www.detailbr.com.br.

O cupom é válido para compras acima de R$ 500,00.

Cupom de desconto: GSI10

Link para a máquina mostrada no vídeo: 

https://www.detailbr.com.br/politriz-roto-orbital-kers-8-60hz-780w

Kit com apoio de joelho:


https://www.detailbr.com.br/kit-meu-joelho-agradece

Basta informar o cupom no site e desfrutar do desconto em suas compras.

Especificações técnicas da Politriz Kers 8 (8mm) 780W:

Potência: 780w

Voltagem: 110V ou 220V (Nao possuí chave seletora, não é bivolt).

Frequência: 60Hz

Controle de Velocidade: 6 Velocidades 

Peso: +- 3kg

Rosca do eixo: 5/16" 24

Tamanho do disco: (suporte de boinas, lixas, etc): 5 polegadas (125mm~127mm)

Qual a diferença entre as máquinas 4mm, 8mm, 9mm, 21mm e etc? O que quer dizer o diâmetro de órbita de uma politriz roto orbital?


Veja a imagem abaixo:



No centro temos o suporte, o prato da máquina, aonde colocamos as lixas e boinas para polimento, ou quaisquer acessórios compatíveis com a politriz roto orbital.

No caso das roto orbitais comuns, a rotação do suporte é livre, ou seja, hora ele irá girar em sentido horário e hora em anti horário.

O movimento principal e forçado é a órbita, esse sim irá seguir em sentido horário e forçado.

O número 8mm é o curso de órbita da cabeça da máquina no momento em que está acionada.

Quanto maior o curso de órbita (representado pelo número Xmm), maior será a área de contato com a peça e maior será o poder de desbaste da máquina na superfície que
você está trabalhando.

Quanto menor o número, menor a área de cobertura e menor poder de desbaste, se traduzindo em um movimento menor e mais refinado na área que estamos trabalhando com a politriz roto orbital ou lixadeira roto orbital.

A área de órbita é igual a área de contato na superfície que você está polindo.

Note que para a politriz rotativa a área de contato com a peça é sempre igual ao tamanho do suporte que você está utilizando.

Mais detalhes você pode conferir no vídeo do review da Kers 21mm:


https://www.youtube.com/watch?v=D6CfSwjb5Xg

Vídeos do Review Politriz Roto Orbital Kers 8 780w


Parte 1: Apresentação da Politriz.



EXTRA: Como cuidar das posições que você usa para polir carros? Noções de ergonomia para polidores (primeira parte).


 

Parte 2: Polimento Automotivo #1.


Defeitos da pintura apresentada no vídeo:

Riscos retos e circulares diversos:




Olhos de peixe oriundos de fervura de tinta pu:




Depois:





Escopo de correção demonstrado no vídeo: Somente polimento em 3 etapas (remoção de riscos, hologramas, marcas de lavagem, chuva ácida, contaminação de fezes de pássaros, teias de aranha e defeitos que não necessitam de lixamento).

Setup de polimento:

1. Corte:

Extra Forte + Boina de Espuma Laranja Casca de Ovo
Rotação: 6

2. Refino:

X-Fine + Boina de Espuma Branca Casca de Ovo
Rotação: 4

3. Lustro:

X-Fine + Boina de Espuma Preta Casca de Ovo
Rotação: 2

Material Extra:

Como movimentar a máquina polindo todas as áreas de maneira correta?

http://rodrigogsi.blogspot.com/2013/11/polimento-automotivo-politriz-movimento-correto.html

Qual rotação usar na politriz para polir corretamente?

http://rodrigogsi.blogspot.com/2017/09/qual-rotacao-usar-na-politriz.html

Qual tipo de luz usar para polir carros?

https://www.youtube.com/watch?v=nNeFbqiN0ME

Luz LED 20W funciona para polimento automotivo?

https://www.youtube.com/watch?v=tS52yAr8UQI


Parte 3: Lixamento de pintura automotiva nas etapas de preparação para pintura.




Material extra e de apoio para fazer o processo de lixamento:

Como fazer um lixamento uniforme? Confira a técnica de movimentação no artigo sobre técnicas de movimentação com politrizes e lixadeiras.

http://rodrigogsi.blogspot.com/2013/11/polimento-automotivo-politriz-movimento-correto.html

Como usar a politriz roto orbital e fazer o lixamento da pintura na etapa de polimento em repintura com lixas à seco?

https://www.youtube.com/watch?v=zAIWw24TiUk

Como usar a politriz roto orbital e fazer o lixamento da pintura na etapa de polimento em repintura com lixas d'água?

https://www.youtube.com/watch?v=vF_Udc6tO20

Como fazer o lixamento da pintura antes de polir?

https://www.youtube.com/watch?v=haF9gCqkDcs

https://www.youtube.com/watch?v=ECHEMNlwzg0

Adaptador 5/16 24 para 5/8 (como usar o suporte de uma politriz comum na roto orbital Kers 8mm):

https://www.youtube.com/watch?v=aBRQgiC7UXo

Interfaces de espuma hookit rodrigogsi:

http://rodrigogsi.blogspot.com/p/interfaces-hookit.html


Parte 4: Polimento e Descontaminação de Vidros




Material Extra:

Tudo sobre polimento em vidros:

http://rodrigogsi.blogspot.com/2014/02/recuperacao-de-parabrisa-vidro.html

Parte 5: Conclusão, tira dúvidas e aspectos finais dos testes.





Contato comercial: vendas@rodrigogsi.com.br

terça-feira, 25 de junho de 2019

TechLab: Tudo sobre medidor de espessura de pintura automotiva: Comparativos entre medidores de espessura. Como escolher? Qual comprar?

Olá pessoal, tudo bem?

Recebo dúvidas sobre medidores de espessura e uma delas foi o pedido de um comparativo entre medidores de espessura básicos e completos.

Como eu trabalhei com os 2 tipos vou tentar resumir para vocês os pontos positivos e negativos de um medidor básico e um mais completo.

Não sabe o que é medidor de espessura e como usar? Veja nossos artigos e vídeos detalhados sobre o tema.

À cerca de um ano e meio comprei o primeiro modelo para uso básico, ou seja, identificar repinturas e camadas grossas sobre a peça.

Modelos básicos de medidores de espessura.

No Brasil o preço de um medidor de camadas simples gira entre 100 e 300 reais.

Prós:

- Custo: Produtos mais baratos que chegam à custar cerca de 50% menos do que medidores profissionais.
- Portátil: São mais leves e mais fáceis de levar em seu bolso.
- Funcional: Identifica repinturas e dá uma boa base de trabalho para o profissional e revendedor de carros.

Contras:

- Resolução: A escala de medida normalmente é fornecida em mm e não em mícrons.
- Aferição: A maioria dos modelos simples não vem com pontas de prova plásticas para aferição e calibragem.
- Calibragem: Normalmente não é clara e alguns modelos nem apresentam essa função.
- Acessórios: Alguns modelos nem com chpas ferrosas e não ferrosas vem, para testar o limite minimo da medição, medição ou calibragem 0.
- Aferição: Mesmo fazendo a calibragem conforme instruído, tive diferenças grandes entre medir algumas peças com o modelo mais simples e com o mais completo, o que me levou à crer que possam haver problemas de qualidade no modelo mais simples.

Vídeos de uso de medidores de espessura simples:













Modelos profissionais de medidores de espessura.

No Brasil o preço de um medidor de camadas completo gira entre 700 e 3000 reais.

Prós:

- Resolução: Apresentam resolução em mícrons, o que lhe dá uma precisão muito maior nas medidas.
- Calibragem: Estes modelos contam com mecanismo de calibragem e acerto de precisão muito melhores, podendo ser inclusive calibrados de acordo com as peças que você está trabalhando.
- Acessórios: São raros os modelos que não vem com chapas ferrosas e não ferrosas em conjunto com chapas plásticas de diversas espessuras para aferição e calibragem.
- Dados estatísticos: Alguns modelos são capazes de salvar medidas e exportá-las para o computador.
- Funcionalidade: Apresentam alguns indicadores de imprecisão na medição e identificação automática do substrato.

Contras:

- Custo: Especialmente no Brasil esses aparelhos são muito caros.
- Aplicação de uso em seu dia-a-dia: Se você procura um equipamento somente para identificar repinturas (básico), não vale a pena investir em um modelo mais completo.
- Portabilidade: Não é um equipamento pequeno e portátil, além de ser bem caro para carregar no bolso por exemplo em revendas de carros.

Nota: A maioria dos modelos não é capaz de medir espessura de produtos aplicados sobre o plásticos, portanto, ele não funciona em para-choques e peças plásticas. Medidor de espessura para medir plásticos é caro e possuí essa característica destacada em suas descrições, dificilmente encontrado em lojas no Brasil.
Outra funcionalidade muito difícil de ser encontrada é a medição da camada de verniz sem levar em conta o restante. Esse tipo de medidor de espessura certamente será mais caro do que os valores mencionados neste artigo e será encontrado somente em lojas no exterior.







Tem dúvidas sobre a espessura das camadas de produtos aplicados durante a pintura automotiva?

Confira neste artigo sobre camadas de pintura automotiva!

Tem dúvidas sobre como escolher seu medidor de espessura automotivo?

Veja o artigo dando diversas dicas sobre como escolher seu medidor de camadas.

Palavras-chave: medidor de camadas,medidor de espessura,comparativo entre medidores de camada,comparativo entre medidores de espessura,qual melhor medidor de espessura,qual melhor medidor de camadas,medidor de camadas profissional,medidor de espessura profissional,medidor de camadas hobby,medidor de espessura hobby,medidor de camadas profissional x hobby,gx-pro,ct01,akron,medidores de camada valem a pena,tutorial sobre medidor de espessura digital,medidor de espessura digital,

sexta-feira, 21 de junho de 2019

Vídeo Aulas de Pintura Automotiva: Tirando escorridos do verniz com eixo flexível e massa acrílica.

Fala galera, tudo certo?

Vocês já devem ter conferido no canal nosso material sobre o uso de eixo flexível e discos pequenos de até 1 polegada para polimento e lixamento localizado, em áreas de difícil acesso e etc, se você ainda não viu, confira!

Tentativa de uso do eixo flexível e dimmer na furadeira:

https://www.youtube.com/watch?v=Y-MxPpxYsLs

Uso do eixo flexível na micro retifica para polimento:

https://www.youtube.com/watch?v=JZ416L4lbNM

Uso e montagem do eixo flexível na politriz automotiva:

https://www.youtube.com/watch?v=dT64ViHx6gM

Lixamento com eixo flexível e politriz:

https://www.youtube.com/watch?v=lsI3wMc5EKo

Polimento com boinas 1 polegada, eixo flexível e politriz:

https://www.youtube.com/watch?v=5CAyzuDjmrA

Agora é a vez de fazermos um processo localizado de reparo na remoção de escorridos de verniz, um defeito muito comum quando pintamos carros, especialmente quando ainda estamos aprendendo, e que muito preocupa todos que trabalham ou fazem serviços esporádicos de pintura, seja ela poliéster (tinta + verniz) ou PU (tinta pu).

Antes, vamos conferir como funciona o uso da massa acrílica, kombi filler ou massa rápida no processo de remoção do escorrido:





Agora podemos ir para o vídeo que ensina como utilizar o eixo flexível para remoção de escorridos pontuais da pintura, trazendo agilidade e economia no processo de remoção de escorridos pontuais.





Lembre-se que a regulagem de rotação é extremamente importante para fazer esse tipo de reparo! Qualquer deslize pode comprometer a pintura como um todo, devido ao fato de lixar demais ou marcar a peça durante o lixamento!

Este conjunto é muito útil para oficinas de artesanato que lidam com peças pequenas e miudezas em geral pois une em uma única ferramenta todas as aplicações necessárias para cortar, lixar, polir, furar, desbastar peças em qualquer material, de pequeno e médio porte.

www.rodrigogsi.com.br

Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br


quarta-feira, 19 de junho de 2019

Como remover escorridos do fundo de maneira que a pintura não fique marcada!

Como remover escorridos do fundo de maneira que a pintura não fique marcada!

Fala galera, tudo tranquilo?

Uma das coisas que podem ocorrer quando você estiver aprendendo a pintar é o fato de algum produto aplicado escorrer durante o uso.

Já falamos sobre tinta pu e verniz escorrido e agora chegou a vez do fundo.

O fundo é mais raro escorrer, porém, pode ocorrer.

Isso se deve à má regulagem da pistola de pintura perante a viscosidade do fundo no momento do uso (muito diluído ou vazão muito aberta na pistola de pintura).

Bom, vamos ao mecanismo de contorno:


Se você não sabe o porquê da utilização da massa rápida nesse reparo, confira no vídeo abaixo:

 

Uma dúvida frequente do pessoal é o material utilizado e o mecanismo utilizado nos vídeos.

Qual foi o taco e o porquê do taco utilizado ser rígido?

O taco e lixa utilizados foram os que recebi da Norton.

O taco é rígido devido à necessidade de nivelamento da superfície, evitando bolsas do escorrido e nivelamento não completo, ficando marcado após a remoção.

Qual a vantagem desse taco perante os outros?


O tamanho dele proporciona um lixamento em áreas maiores sem perder o conforto.

Outro ponto interessante dele é que podemos prender as lixas nas bordas do taco, facilitando o lixamento, tendo em vista que as lixas ficam presas diretamente no taco, não necessitando de apoio dos dedos para segura-las junto ao taco.

As lixas são tanto para lixamento à seco como à base d'água. No vídeo da remoção do escorrido no verniz mostrado acima utilizamos elas com água. Nesse vídeo da remoção do escorrido no fundo utilizamos à seco, devido ao fato da possível exposição da chapa e infiltração.

O taco é rígido porquê precisamos remover pontualmente o defeito, desgastando o minimo possível as bordas.

Porquê usar a massa como controle de lixamento ao invés do próprio controle de lixamento?

Para proteção das áreas que não devem ser lixadas, nas bordas do escorrido e etc, protegendo a peça no momento do reparo.

Como dito, embora seja um defeito raro, pode ocorrer e deverá ser tratado com o máximo de cuidado e exatidão possível para que, após pintar a peça (independente de cor e padrão de tinta) ele não seja visível.

#norton
#nortonabrasivos
#funilariaepintura
#pintura
#pinturaautomotiva
#repintura
#rodrigogsirepintura
#façavocêmesmo
#diy
#oficinadecasa

Um abraço e até o próximo!



Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

sexta-feira, 7 de junho de 2019

Conheça os Polidores Soft99! Demonstração de uso em vídeo aulas dos polidores N1 Cutting e N3 Finish.

Olá pessoal, tudo bem?

Alguns meses atrás tive oportunidade de iniciar os testes e trabalhos de polimento com 2 polidores da Soft99, até então não disponíveis para compra no Brasil e nem fora do Brasil.

Na época recebi 2 polidores:

N1: Etapa de corte.

N3: Etapa de lustro.

Nota: Não tenho em mãos o polidor N2 para etapa de Refino, e preferi divulgar minhas primeiras impressões sem ter em mãos o polidor da etapa de refino. Passo mais detalhes sobre isso no vídeo e também neste artigo :).

Os motivos estão no vídeo à seguir aonde demonstro o uso dos dois polidores acima.

Um ponto que merece atenção especial é o poder de corte do produto N1 Cutting: O parâmetro de profundidade de riscos que ele é capaz de remover tranquilamente em condições normais recomendadas pelo fabricante é o P2000.

Portanto, tome cuidado ao comparar este produto com produtos que tem poder mais abrasivo, removendo marcas de lixa P1200 na etapa inicial.

Isso se deve ao fato de ser um produto mais brando, adequado ao polimento geral de veículos e não somente focado em repintura, aonde normalmente o pessoal utiliza somente lixas P1200 / P1500 para fazer o lixamento da peça antes de polir.

Estou trabalhando a demonstração é uma repintura PU. Não executei o lixamento, embora seja necessário em diversas partes do veículo, incluindo o capô que foi filmado na demonstração dos produtos.




Abaixo vou deixar algumas fotos para que você possa conferir os resultados obtidos com o uso "padrão" dos dois produtos, conforme falado no vídeo do review dos 2 polidores.


Repintura Branca antes do corte com Polidor Soft99 N1 Cutting

Repintura Branca depois do corte com Polidor Soft99 N1 Cutting
Repintura Branca antes do lustro com Polidor Soft99 N3 Finish

Comparativo Antes X Depois:





Corte:

Boina de Espuma CCS Laranja 6 polegadas + politriz rotativa em rotação entre 2 e 3.

Lustro:

Boina de Espuma CCS Preta 6 polegadas + politriz rotativa em rotação entre 1 e 2.

Prós:

  1.  Fácil utilização e aprendizado.
  2.  Não apresenta dificuldade de limpeza e inspeção.
  3.  Não mascara riscos e hologramas.
  4.  Polimento limpo, sem excesso de oleosidade e manchas.
  5.  Alto rendimento, poucas gotas fazem o trabalho em áreas extensas.
  6.  Embalagens grandes: 300ml. Não foram mostradas no vídeo pois recebi os produtos com exclusividade para os testes e vídeos.

Contras:

  1. Para eu, que sou acostumado com produtos com maior poder de corte, talvez seja um ponto de readequação de mecanismo de trabalho.
  2.  Nos meus testes em tempo seco e quente eles produziram mais pó do que os semelhantes que uso de outras marcas. em clima úmido e mais frio ele produziu menos pó.

Gostei bastante do acabamento do polimento em uma repintura PU sem lixamento, notei que os produtos cumprem bem o seu papel. Na etapa de corte consegui o corte limpo e refinado (mais um motivo pelo qual julguei legal postar os testes sem o polidor de refino). Na etapa de lustro consegui um brilho mais profundo e maior capacidade de reflexo, conforme prometido pelo fabricante.

Para remoção de excesso de produto, basta utilizar uma micro fibra úmida.

Para inspeção da peça durante o polimento, solução IPA / Álcool isopropílico / Desoleante de pintura fazem o papel de limpeza sem dificuldade.

Agradeço ao pessoal da Soft99 pela cortesia e pela oportunidade que tive de usar esses produtos antes do lançamento.

O que foi feito após o polimento?


Aplicado Selante Fusso Coat F7:



https://www.soft99brasil.com.br/composton1 

https://www.soft99brasil.com.br/composton2 

https://www.soft99brasil.com.br/composton3 


Obrigado!

Forte abraço pessoal e até o próximo!


Muito obrigado e até o próximo!

www.rodrigogsi.com.br


Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

sexta-feira, 24 de maio de 2019

Selante de Pintura Soft99 Fusso Coat F7: É bom? Vale a pena? Review e Dicas de uso!

Uma das novidades marcantes da Soft99 é a versão Fusso Coat líquida, que já está no mercado há alguns meses e nos últimos dias tive a oportunidade de utilizar e testar.

Mais uma vez começo o artigo falando que não há nada mais legal no canal do que testar produtos e mecanismos e passar um pouco do meu aprendizado para vocês que me acompanham.

Cera ou Selante?

Começamos respondendo à dúvida que não cala: A Fusso Coat é uma cera ou selante?

Assim como a Fusso Coat em pasta, a Fusso Coat F7 é um selante de pintura. Diga-se de passagem, um dos melhores do mercado. Me arrisco à dizer que é um dos únicos produtos da categira de selantes que cumpre o que promente, entgregando o resultado esperado com qualidade. Além disso, traz toda a praticidade de uso de uma cera líquida. Termino a dúvida falando que é um dos selantes de maior facilidade de uso do mercado nacional, se não o mais fácil.

Falando um pouco sobre o produto, a facilidade de aplicação e remoção é algo marcante neste selante. Extremamente fácil de aplicar e remover!

Não necessita de máquinas em nenhuma etapa de uso, tanto para aplicar, remover ou curar o produto para entregar ao cliente após aplicação, sendo um selante muito prático e fácil de se utilizar em casa.

Quais os cuidados necessários em termos de EPI para usar a Fusso Coat F7?

Galera, recomendo que usem luvas sempre.

Mascara em caso de aplicação é ambiente mais fechado ou caso o cheiro seja muito forte no momento da aplicação do selante.

São os dois cuidados básicos para uso da Fusso Coat F7.

Apresentação do Produto:

Configuração: Líquida.

Conteúdo: 300ml.

Itens inclusos: 

2x Aplicador com Base Emborrachada.
1x Fusso Coat F7 300ml.

E a limpeza do aplicador?

Recomendo que seja limpo logo após a aplicação do selante, para que seja possível remover o excesso de produto.

O ideal é usar um produto especifico para limpeza de boinas, ou apc, antes de usar detergente ou outro mecanismo, tendo em vista que produtos comuns de limpeza doméstica (até mesmo o apc) tendem a não "quebrar" a composição química do selante e não limpar corretamente o aplicador.

Não use água quente para limpeza deste aplicador pois ele poderá descolar da borracha.



Fusso Coat F7 em pintura preto fosco:



Fusso Coat F7 em pintura preto PU pronta para remoção:


É isso aí pessoal.

Muito obrigado e até o próximo!


www.rodrigogsi.com.br


Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br
Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527



sexta-feira, 26 de abril de 2019

Como lixar a pintura antes de polir? Guia de lixamento para espelhamento de pintura automotiva.

Olá pessoal, tudo bem?

Diante de muita polêmica sobre o tema de lixar ou não a pintura antes de polir resolvi fazer mais um artigo sobre o tema para esclarecer as seguintes dúvidas:
  1. Como lixar a pintura antes de polir?
  2. Qual lixa utilizar no lixamento na etapa de polimento técnico em repintura?
  3. Como lixar o verniz altos sólidos (PU) ou tinta PU na etapa de remover casca de laranja e pequenos defeitos?
  4. Quais as dicas para efetuar um bom lixamento?
  5. Quais riscos não saem com lixamento?
O artigo é composto por algumas dúvidas listadas logo abaixo e um vídeo que aborda o tema do lixamento manual e as questões acima.
  1. Espelhamento 3M: Lixamento como obrigatório.
  2. Espelhamento: Lixamento nivela o verniz, sendo para muitos passo que difere espelhamento de polimento / cristalização e etc.
  3. Qual lixa usar no espelhamento? Lixas mais grossas desgastam mais o verniz e trabalham mais rápido, cortam mais e são mais complicadas para polir depois, necessitando de boinas e produtos mais abrasivos, aumentando o tempo de polimento. Quanto mais fina a lixa, menor o desgaste do verniz, menor o corte, maior o tempo de lixar para nivelar, mais fácil e rápido o polimento, corte mais suave não necessitando de muita carga abrasiva na etapa de remoção das marcas de lixa.
  4. Boina de lã e produto tiram casca de laranja? Não, a casca de laranja sí é nivelada com lixamento.
  5. Lixas trizact P3000 e P5000 nivelam a pintura melhorando o aspecto da casca de laranja original de fábrica? Levemente, diferença quase imperceptível, sendo essas lixas muito finas, elas são recomendas para remoção de riscos que não saem com polimento, por lhe proporcionarem um lixamento muito mais controlado. Podem ser inclusive usadas em pinturas nas quais a medição de espessura está abaixo do limite tolerável para polimento abrasivo (abaixo de 100 mícrons).
  6. É necessário lixar uma pintura queimada antes de polir? Não! Pinturas queimadas normalmente tem boa parte de seu verniz ou tinta pu comprometidos. Devemos polir com a carga abrasiva determinada no spot test e não lixamos essa pintura, somente em caso de real necessidade e após o polimento. Vale lembrar que aqui um medidor de espessura pode lhe ajudar muito se, por exemplo, existirem pequenos riscos que necessitam de um lixamento, sendo essa uma maneira de auxiliar a sua decisão sobre lixar ou não riscos em uma pintura queimada.
  7. Lixar uma pintura original antes de polir é errado? Isso depende muito do que o cliente espera em termos de resultado. Uma pintura lixada fica mais lisa e o reflexo fica como se fosse um espelho, por isso o termo "espelhamento". Todavia o desgaste excessivo da camada de acabamento final compromete a durabilidade e resistência da pintura em médio e longo prazo, pois qualquer problema como riscos que necessitam de futuros polimentos podem não ser solucionados com polimento, necessitando de repintura. Cabe ao profissional alertar seu cliente e sempre optar pelo lixamento mais suave possível para: Remover riscos que não saíram no polimento com segurança, proporcionar o resultado adequado à expectativa do cliente alertando-o sobre o melhor a se fazer e os riscos. Normalmente trabalhamos melhor o lixamento em carros repintados, que necessitam de remoção de opacidade da pintura e casca de laranja excessiva (pintura grossa como falam por aí). 
  8. Lixar uma pintura com lixadeira roto orbital ou politriz é correto? Sim, desde que se saiba como fazer. Devemos tomar muito cuidado com quinas, especialmente as quinas vivas e nunca lixar sem isolar tais quinas, para não queimá-las. Outro ponto é o fator de lixamento uniforme: Lixar não é passar a máquina de um lado para o outro aleatoriamente. Você deve obedecer o padrão de uniformidade do lixamento, ou seja, lixar por inteiro e por igual, evitando ondulações após o polimento. Já temos vídeos mostrando o processo com politriz roto orbital e rotativa, confira.
Saiba mais detalhes sobre o lixamento em polimento e veja as lixas que temos disponíveis no mercado para facilitar a vida do polidor.



O problema não é lixar ou não, é saber se você pode fazer isso e usar a lixa correta pessoal! Não caia no papo de fabricantes que mencionam um processo como lei, polimento não é receita de bolo e não é porquê o fabricante fala para lixar com 2 ou até 3 lixas diferentes antes de fazer determinado processo de polimento com a politriz que você deve fazer. Digo ainda que, salvo repinturas, se você fizer 3 etapas de lixamento correto com lixas P1200, P1500 e P2000 você tem sérios riscos de arrancar todo o verniz da pintura que está trabalhando. Tome cuidado! Use a cabeça!

Fizemos mais um vídeo curto abordando o tema do lixamento da pintura na etapa do polimento, utilizando:
  1. Lixa à base d'água 3M P2000.
  2. 500ml de água + 10 gotas de detergente.
  3. Taco macio para lixamento em polimento.
  4. Rodinho de EVA e micro fibras.
  5. Fita crepe automotiva para isolamento de quinas.


Palavras-chave: como usar lixas de polimento, como lixar para polir, é necessário lixar toda a pintura antes de polir?, espelhamento de pintura como fazer, espelhamento etapa de lixamento, como lixar o verniz antes de polir, como lixar tinta pu antes de polir, espelhamento 3m lixamento é obrigatório?, pintura queimada posso lixar antes de polir?, vantagens das lixas P3000, vantagens das lixas P5000, vantagens das lixas trizact, como determinar qual lixa usar no polimento?, lixa fina tira casca de laranja?, qual lixa tira casca de laranja da pintura original?, lixar a pintura antes de polir é errado?

quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019

Guia de Uso Spotter - Como desamassar carros? Para que serve cada acessório da Spotter? Como usar acessórios da Spotter?

Olá pessoal. 

Tudo bem?

O artigo de hoje trará para vocês todos os detalhes para uso da Spotter.

O que é uma Spotter?

É uma ferramenta elétrica utilizada para desamassar carros e chapas metálicas, exceto alumínio.

Esta ferramenta é indispensável para oficinas de lataria e pintura, tendo em vista que para reparar amassados é necessário o uso de técnicas de repuxo para as quais a Spotter funciona.

Na série de 4 aulas gratuitas sobre funilaria e pintura abaixo vou falar tudo o que você precisa saber sobre a ferramenta Spotter.

Qual é a Spotter utilizada?

Spotcar 830 V8 Brasil (atualmente foi substituída pela Spotcar 840).


https://v8brasil.com.br/revenda/equipamentos-automotivos/repuxadeira-eletrica-spotcar-840/

Vídeo 1: Como funciona a Spotter? Como instalar e usar pela primeira vez? Quais os requisitos para usar a Spotter?

https://www.youtube.com/watch?v=MlWe3mVxiDA

Vídeo 2: Como usar a Spotter com arruelas? Como e quando usar as luvas de repuxo? Qual a função da marreta dinâmica junto com as arruelas?

https://www.youtube.com/watch?v=wK4huuiKkwQ

Vídeo 3: Como usar a Spotter com ponteira estrela? Quando usar a ponteira estrela?


https://www.youtube.com/watch?v=XvrKPcIzevs

Vídeo 4: Como usar a Spotter com ponteira de aquecimento? Como usar a ponteira de aquecimento? Para quê serve a ponteira de aquecimento da Spotter?

https://www.youtube.com/watch?v=x-IrTqk9ID8

Tem dúvidas sobre como marcar a chapa para ver os amassados?

Veja o vídeo abaixo sobre como trabalhar os amassados na lataria.

https://www.youtube.com/watch?v=5LZLDmjrh1w

Dicas:

1. Começar o amassado de dentro para fora ou de fora para dentro?

Seguindo a dica do nosso inscrito 
Samuel Henrique(um forte abraço, muito obrigado pela sugestão!), vamos falar sobre trabalhar o amassado em 2 perspectivas:

A. De fora para dentro.

Vantagem: A visualização do amassado durante o trabalho fica mais fácil, é mais fácil ver aonde puxou e aonde ainda precisa puxar e isso, direta ou indiretamente reduz
a quantidade de massa poliéster à ser utilizada no final de reparo.

Desvantagem: Lembre-se que o angulo de puxar a lataria é sempre de 90º perante o amassado ou seja, para não formar bicos é necessário posicionar corretamente a estrela
ou qualquer outro acessório de repuxo para puxar a lata para fora e eliminar o amassado. Isso vai variar bastante durante o uso no repuxo.

Outro ponto de atenção é o fato de cuidar para não trazer muito para fora as bordas do amassado, deixando a lata mais alta que o restante.

B. De dentro para fora.

Vantagem: dificilmente você trará a lataria muito para fora necessitando abaixar. É mais fácil de posicionar os acessórios e usar a Spotter corretamente.

Desvantagem: Especialmente em amassados de grande porte, é natural a dificuldade para ver aonde você ainda precisa puxar e aonde já puxou o suficiente, necessitando de
bastante atenção durante o trabalho.

2. Lata fina.

Normalmente quando trabalhamos a etapa de funilaria podemos deixar a lataria mais fina, devido ao desgaste com uso de lixas, lima e etc.

Tal fator deve ser levado em conta no reparo. Lataria muito fina significa que ela pode voltar a amassar no local reparado devido a tensão das bordas do amassado.

Outro ponto é que após o reparo e pintura, podem haver problemas relacionados ao uso, devido ao fato de que a lata irá trabalhar facilmente, ou seja, poderá ser
amassada com facilidade.

Tome bastante cuidado com isso, especialmente em carros mais antigos e que já passaram por repintura.

3. Como tapar furos da Spotter?

Utilize estanho e ferro de solda. Qualquer ferro de solda simples fará esse trabalho.

Faça o acabamento com lixamento e desbaste localizado.

4. Uso de Spotter em tanque de moto?

Tome muito cuidado com explosões!

5. Protetor de bateria e circuito elétrico!

Não se esqueça de usar o protetor de bateria quando for trabalhar diretamente no carro sem remover os plugs positivo e negativo da bateria do veículo!

6. EPIS: Equipamentos de proteção individual.

Utilize:

- Protetor auricular.
- Óculos de proteção.
- Roupas apropriadas.
- Coturno.

7. Como prender a peça para desamassar?

Recomendo fazer a utilização da Spotter com a peça bem fixa à um bom cavalete vertical ou presa ao próprio veículo.

Com essas dicas você já pode começar a realizar os primeiros trabalhos desamassando carros com segurança e praticidade.

Confira mais vídeos sobre pintura automotiva e polimento automotivo no meu canal rodrigogsi no Youtube!

Se você curtiu, deixei seu comentário e compartilhe o artigo!

Fique de olho no blog pois assim que um novo material relacionado à Spotter ele será postado aqui neste manual.

Forte abraço e até o próximo!

#v8brasil
#rodrigogsi
#funilariaepintura
#cursodefunileiro
#cursodelatoeiro
#cursodelanterneiro
#cursodepintorautomotivo
#cursodepinturaautomotiva

quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Defeitos de Repintura Automotiva: Riscos após levar o carro para pintura? Confira os motivos!

Salve galera!

Fiz um vídeo no canal relacionado ao uso da lima para funileiro.


Riscos de lima.

Embora seja uma ferramenta amplamente usada nos trabalhos de funilaria e pintura automotiva, é comum, especialmente em carros mais antigos, nos depararmos com riscos de lima após os reparos na pintura.

Isso ocorre devido ao fato de falhas de preenchimento desses riscos ou falta de lixamento e desbaste dos riscos mais fortes antes de fazer a pintura.

Como saber se o risco é de lima ou lixa?

Normalmente os riscos 100% retos são os riscos de lima, em sua grande parte menores e mais profundos do que os de lixa. Os de lixa normalmente são mais suaves e maiores, e também não são tão retos quanto os riscos de lima.

Como corrigir isso?

Temos duas maneiras:

1. Uso de discos de desbaste e até mesmo lixas:





Nos vídeos acima mostro um acessório bem interessante:

Os discos Vortex Rapid Blend da Norton. Os discos irão ajudar você a remover marcas de lixa fortes, tais como P80, P60, P36 e riscos de lima, os quais são normalmente bem extensos e profundos.

Este é o mecanismo mais proveitoso do ponto de vista do acabamento, evitando o uso da massa.

2. Correção com massa: Utilizar a massa poliéster para fazer as correções necessárias antes de aplicar o fundo.


Dicas!

Utilize o controle de lixamento: Utilizar o controle de lixamento em todas as etapas de lixamento da peça quando estiver reparando-a assegura um acabamento, se não 100%, muito próximo ao 100%.


Preparando bem a chapa antes de pintar você evitará problemas pós pintura, para os quais a maioria das pessoas nos perguntam se sai com polimento.

O defeito apresentado no vídeo acima não irá sair com polimento. Para remover os riscos é necessário a repintura da área afetada para eliminar os riscos.

Se você gostou, me ajude a continuar esse trabalho compartilhando este artigo e se inscrevendo em meu canal no Youtube!

Confira abaixo o link para a playlist com todos os vídeos desta série de como fazer funilaria automotiva:

https://www.youtube.com/playlist?list=PLOBwobDiU6xPe7-gB0lEdmgG7Nq8haduv

#v8brasil
#funilariaepintura
#cursográtis
#cursodepintor
#cursodefunileiro
#pintorautomotivo
#funilariaepintura
#diy
#oficinadecasa
#comopintarcarro
#ficaadica

Precisa de produtos para pintura e polimento? Confira nosso catalogo completo com valores em www.rodrigogsi.com.br.

Confira nossos sets de produtos para venda direta em nossa loja!rodrigogsi.tudonavitrine.com.br

Envie seu pedido de compra para vendas@rodrigogsi.com.br.

Nossa loja no mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

Quer saber como funciona para comprar com rodrigogsi? Clique aqui!