domingo, 29 de maio de 2016

TechLab: Esse defeito saí no polimento? Alguns defeitos de repintura automotiva e suas causas.

Olá pessoal.

Seu carro saiu da funilaria com defeitos na pintura?
Mandou seu carro para pintura e voltou pior do que antes?
Pintou seu carro em casa e teve problemas?

Recebo algumas dúvidas rotineiras sobre o que saí no polimento ou não, o que devo lixar ou não bem como o que pode ter causado o defeito na pintura automotiva feita em casa.

Abaixo estão os principais defeitos que notamos durante o polimento técnico em repintura e não sabemos se eles irão sair ou não, se devemos lixar mais ou não bem como quando eles aparecem ou podem aparecer na repintura.

1. Olho de Peixe e Fervura: 

Trata-se de bolinhas na pintura que normalmente não cobrem a peça ou ficam em uma demão superior, deixando um buraco na pintura.




Embora tenham praticamente o mesmo aspecto, o olho de peixe pode surgir devido à:
  • Peça contaminada e engordurada.
  • Presença de contaminação e oleosidade no ar da pistola.
  • Presença de contaminação, umidade e oleosidade em excesso no momento da pintura em ambiente não isolado.
Esse defeito pode ser amenizado no lixamento antes de polir mas, dificilmente irá sair por completo da pintura. Normalmente irá necessitar de retoque ou repintura completa da peça danificada.

Já a fervura ocorre com tintas e vernizes catalisados:
  • Uso de diluente incompatível: Uso de diluentes que não são recomendados pelo fabricante para o tipo de tinta ou verniz que você está aplicando.
  • Uso de catalisador vencido ou inapropriado: Uso de catalisador que não é recomendado pelo fabricante ou fora do período de validade.
  • Falha da relação catalisador / tinta ou verniz: Excesso ou falta de catalisador.
  • Falta do tempo de mistura do catalisador e verniz ou tinta antes de usar: Os produtos não foram corretamente misturados antes da pintura.
  • Falta do tempo de espera minimo para poder aplicar o componente catalisado com a pistola: Normalmente devemos deixar a mistura em repouso por cerca de 5 à 10 minutos antes de fazer a pintura.
Algumas pessoas conseguem corrigir a fervura antes de aplicar a tinta na peça inteira, normalmente já é possível ver esse problema na demão empoeirada em uma pequena parte da peça, pois ela se manifesta instantaneamente no momento da pintura. Para corrigir, pega-se um pano que não deixe fiapos embebido no diluente apropriado para a tinta poliuretano e faz-se a limpeza. Tal procedimento só é possível no caso do acabamento com tinta PU, não sendo aplicável ao verniz PU.

2. Poros após a pintura ou polimento: 

Esse tipo de defeito normalmente ocorre com tintas, fundos e vernizes quando:
  • Não respeitamos o tempo minimo entre demãos.
  • Demão muito grossa: Aplicamos uma demão muito carregada.

Muito comum em áreas de escorridos, aonde nitidamente temos o excesso de material aplicado em uma pequena área. Tal defeito ocorre pela falha de evaporação dos solventes de uma camada mais profunda da demão e pode aparecer mesmo após o polimento técnico envolvendo o lixamento.

Esse defeito normalmente não se corrige lixando mais a peça, necessita então de um retoque ou repintura para ser corrigido.

Por fim, falo para vocês que esses são alguns dos motivos pelos quais para um polidor que não fez a pintura trabalhar o polimento envolvendo lixamento de uma repintura é complicado, pois o defeito por aparecer ou ficar mais visível somente após o lixamento e polimento da peça. Quando lixamos e removemos a casca de laranja em excesso de uma repintura nós fatalmente podemos nos deparar com mapeamento, marcas de lixa de funilaria por debaixo da tinta, destacamentos e os defeitos comuns mostrados acima.

3. Marcas de lixa por baixo da tinta ou verniz:



Essas marcas diferem das marcas de lixa para polimento pois são encobertas pela tinta e pelo verniz e normalmente são bem grosseiras. São causadas por:
  • Lixamento errado: Excesso de pressão no taco ou hookit, falta de interface, uso de lixa muito agressiva, falta de preenchimento com fundo pu ou massa em áreas limadas / esmerilhadas.
Essas marcas ficam evidenciadas após a remoção da casca de laranja durante o polimento técnico. Para resolver este problema devemos repintar ou retocar a peça e área afetada.

4. Casca de laranja em excesso: 




Esse é o defeito que praticamente não é considerado um defeito e sim um reflexo da pintura com pistola de pintura. Este efeito é natural em carros originais e tem um grau aceitável durante a pintura. Casca de laranja em excesso por ser causada por:
  • Falha de regulagem da pistola de pintura.
  • Pistola de pintura inapropriada para o grau de acabamento que você busca.
  • Falta de ar e pressão para a pistola de pintura que você está usando (o compressor não é adequado à pistola)
  • Falta de conhecimento sobre como pintar com a pistola de pintura.
  • Uso incorreto de diluente, uso de tinta ou verniz muito grosso.
  • Falta de diluente em condições climáticas adversas.
Normalmente a casca de laranja pode ser corrigida com polimento porém, caso você tenha aplicado tinta ou verniz muito grosso, talvez essa correção não seja completamente possível pois você irá lixar muito a peça para conseguir nivelar o verniz ou tinta após a pintura, necessitando então de repintura novamente para corrigir o problema.

5. Escorrido: 

O mais comum dos defeitos. Ocasionado por falha do pintor no momento da pintura, não obedecendo os parâmetros de como usar a pistola de pintura corretamente. Normalmente virá acompanhado de pequenos poros conforme mencionado anteriormente. O processo de correção de escorridos está no vídeo (clique aqui para assisti-lo). Caso o escorrido seja na tinta poliéster, você deverá corrigi-lo antes de aplicar o verniz.

6. Destacamento: 

Muito comum em para-choques e peças plásticas em geral. Esse defeito pode ocorrer por:
  • Falha de preparação com lixamento utilizando lixas mais finas do que deveria.
  • Falha de limpeza da peça antes de pintar.
  • Peça com pintura antiga muito grossa que não tem elasticidade minima para aguentar pequenas variações de dilatação da peça.
  • Não utilizar seladoras em peças plásticas.
  • Falta de elastificante em peças que sofrem muita torção e impactos.
7. Pé de galinha: 

O pé de galinha é um defeito que ocorre em áreas aonde foi aplicada massa. Normalmente pode ocorrer porquê a massa aplicada não secou completamente antes da aplicação do fundo ou da pintura, fazendo com que a mesma trabalhe e forme caminhos (pequenas fendas, trincados) na área em que foi aplicada. A correção exige retoque ou repintura completa da peça / área danificada.

Mais comentários em meus vídeos sobre defeitos em repintura:




8. Mapeamento de pintura.

O mapeamento nada mais é do que áreas em que é possível ver um contorno, em baixo ou alto relevo, normalmente relacionado à má utilização da massa automotiva (seja ela qual for). Em alguns casos ele não fica evidente na aplicação e lixamento do fundo, especialmente se você não utilizar o controle de lixamento durante as etapas de lixamento. É comum aparecer durante os processos de micro pintura e reparos de funilaria rápida. 

Veja como o controle de lixamento pode ajudar a ver os defeitos que podem ficar expostos se não lixados corretamente:
 

Na imagem acima conseguimos notar as passadas da pistola de pintura nas áreas de aplicação do fundo, bem como tamanho do seu leque e área de cobertura em que as passadas foram feitas, evidenciando muito aonde começa e aonde termina a aplicação / passada de fundo com a pistola.

Esse padrão de defeito não irá sair no polimento e ficará mais evidenciado quanto mais lisa estiver a pintura.

http://rodrigogsi.blogspot.com/2016/05/techlab-esse-defeito-sai-no-polimento.html

Solução: Repintura após preparação correta.

9. Massa poliéster não seca.

Esse problema normalmente ocorre por falta de catalizador na mistura durante o uso. A massa não irá secar e deverá ser removida completamente utilizando uma espátula.  
Não é possível lixar massa poliéster que não está completamente seca.

Solução: Remover completamente a massa poliéster que não seca. Lixar novamente a superfície e reaplicar a massa seguindo corretamente o mecanismo de uso recomendado pelo fabricante.

10. Tinta ou Verniz PU (baixo, médio e altos sólidos) não seca.

Esse é mais um defeito normalmente relacionado ao uso incorreto ou falta de catalisador na mistura durante o uso, ou até mesmo uso incorreto de aditivos tais como flexibilizante e fosqueante durante a pintura. A pintura deverá ser feita novamente, removendo completamente a camada afetada pela falta de cura (secagem).

11. Verniz destacando após a pintura com tinta poliéster.

Além dos problemas relacionados acima, pode ocorrer destacamento fácil após a aplicação do verniz na tinta poliéster. Isso pode ocorrer por não aplicar o verniz após o tempo ideal de aplicação do verniz em uma pintura com tinta poliéster, ou também pelo lixamento da tinta poliéster antes de aplicar o verniz.

Solução: Repintura.

12. Verniz não abre brilho

Normalmente quando o produto está impróprio para uso este problema pode ocorrer. Outra coisa que faz com que isso ocorra é falha de secagem ou uso de diluente incorretamente. Aceleração de secagem feita incorretamente e uso de ceras com silicone no polimento antes da cura completa do verniz também podem ocasionar esse problema.

Solução: Polimento, Repintura.

13. Sujeira por baixo da pintura, seja por baixo da tinta ou verniz.
Quando existe sujeira entre as camadas de tinta, verniz e primer que ficaram após a pintura, normalmente esse defeito não irá sair 100%.

Casos em que não é possível remover a sujeira:
1. Quando ela está nas camadas de tinta poliéster.
2. Quando está na primeira camada de verniz. Primeira demão.
3. Quando está na segunda camada de verniz. Segunda demão.

Algus casos em que a sujeira poderá ser amenizada ou removida após a pintura:
1. Quando ela está na última camada de verniz. Terceira demão.
2. Quando ela se depositou após a última camada de verniz. terceira demão.

Para pintura com tinta PU, vale a mesma regra do verniz.

Solução: Poderá sumir ou ser amenizado com polimento envolvendo lixamento, resolvido completamente com Repintura.


14. Possíveis soluções para defeitos na pintura automotiva:

Normalmente todos os defeitos são solucionados sem grandes problemas, seguindo algumas dicas básicas que passo em meus vídeos e artigos e estão sintetizadas abaixo:




Um forte abraço e até o próximo!

Compre seus produtos para polimento automotivo comigo!

Palavras-chave: defeito de pintura automotiva,poros no verniz como corrigir,poros no verniz,poros na tinta,olho de peixe na pintura como tirar,defeitos que saem com lixamento,lixamento de pintura,polimento técnico de repintura,polimento técnico,defeitos que saem com polimento,defeitos que não saem com polimento,como evitar defeitos de pintura automotiva,principais causas de defeitos em repintura, pintura destacando, fervura de tinta, verniz pu, tinta pu, evitar defeitos de pintura com pistola, manchas brancas na pintura, pontinhos brancos na pintura

8 comentários:

  1. Será que sai fervura Depois de seca pintura no polimento

    ResponderExcluir
  2. Parceiro apliquei um verniz alto sólido no parachoque da minha moto,depois aparceu micro bolhas será q o polimento tira?

    ResponderExcluir
  3. Olá, estou com um problema nas minhas pinturas e não estou conseguindo resolver, acontece que depois da pintura feita geralmente em cores lisas está aparecendo algumas bolinhas brancas, isso acontece muitas vezes depois de dias que foi feita a pintura. O que pode ser? E como resolver?
    Agradeço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verifique o estado do filtro de ar (saturação) se já eliminou todos os possíveis problemas listados no artigo amigo.

      Excluir
  4. rodrigo fiz uma pintura com tres cores sobrepostas por ser camuflada e ficou degraus entre elas,as cores utilizadas são foscas e permaneceram foscas, lixo para nivelar ou aplico vernizPU?

    ResponderExcluir
  5. Boa tarde gostaria de saber mandei pintar um amassado na lateral do carro, foi pintado passado verniz depois lixou para tirar as imperfeições e so passou massa de polir pérola para brilho .. depois de alguns dias o carro pronto choveu molhou carro o no lugar que foi polido saiu o polimento e ficou aparecendo os risco da lixa .gostaria de saber que aconteceu e o que fazer...e o que fazer

    ResponderExcluir