terça-feira, 31 de maio de 2016

Unboxing: Acessórios chineses para micro retífica (Dremel, Black and Decker, RT650)

Olá pessoal.

Dando sequência à nossas resenhas sobre compras no exterior hoje trago para vocês mais alguns detalhes.

Algumas pessoas me procuram perguntando se acessórios Dremel servem na micro retifica RT650 da Black and Decker, a resposta é sim.

As micro retíficas possuem pinças universais, o que faz com que elas aceitem acessórios de qualquer marca, respeitando o tamanho das pinças adequadas.

O que são pinças?

É como se fosse o mandril da furadeira, porém é uma peça que vai no eixo da máquina e não tem rosca. A rosca é feita pela peça que prende a pinça na máquina e aperta o acessório que você precisa utilizar, confira a imagem da pinça:
Pinças para micro retífica. Imagem retiradas da internet.
Existem pinças de diversos tamanhos, servindo em diversos tipos de acessórios. Existem hastes mais finas e mais grossas, por isso a necessidade de pinças em tamanhos diferentes para que você tenha o aperto necessário do acessório na micro retífica.

Qual eixo flexível funciona na micro retífica RT650?

Algumas micro retíficas podem não ser compatíveis com eixos flexíveis universais pois o mesmo pode não rosquear na micro retífica, não sendo possível prende-lo.

Na Black and Decker é possível utilizar o eixo flexível dito como "universal", vendido nos sites do exterior.

Agora, vamos ao papo sobre os acessórios!

Quando tive a necessidade de comprar a micro retífica lembro que os acessórios eram caros e muitas vezes difíceis de serem encontrados e não havia a possibilidade de comprar em sites como aliexpress. Na época usava-a para trabalhar com LEDs, para lixamento, corte e polimento. Engana-se quem pensa que acessórios básicos mais baratos e sem marca são inferiores aos Dremel, além do valor ser mais baixo, normalmente irão equivaler aos Dremel.

Quando os acessórios podem ser diferenciados? Talvez pontas diamantadas e alguns discos de corte diamantados específicos, os quais ainda não testei e não posso falar.

Lixas, discos de corte básico, discos de lixa, discos de polimento, rebolos de polimento, discos de corte reforçados, serras de corte, pinças e hastes são equivalentes e muitos deles, se não todos os Dremel, são fabricados na China. Como todo o material, podem existir N padrões de qualidade entre os fabricantes.

Minha ultima compra foi um kit com uma proteção para desbaste, lixas, haste e rebolos de tecido para polimento, comprados diretamente da China. Valor muito convidativo e, mesmo com o dólar alto, valeu muito a pena fazer a compra. Frete grátis e a encomenda chegou sem ser taxada em um período de 35 dias.

Essa capa de proteção para micro retífica é muito útil para manter um ambiente de trabalho limpo, além de proporcionar maior operabilidade em atividades minuciosas por te deixar ver melhor o trabalho.

O acrílico dessa proteção não é fino e parece ser bem resistente, porém, não te exime de usar o óculos de proteção nos trabalhos com sua micro retífica.

Palavra-chave para compra internacional: 26pcs/lot Shield Rotary Tool Attachment/sand bands with shank /Polishing Buffing Wheel Fits Dremel Rotary Tools

Acessórios como esse no Brasil normalmente custam o dobro do preço facilmente, portanto, fica mais uma dica para vocês.

Palavras-chave: dremel, rt650, micro retífica, black and decker, acessórios para micro retífica, acessórios dremel, acessórios dremel servem na micro retífica black and decker, acessórios para micro retifica black and decker, compras internacionais, aliexpress, ebuy, acessórios dremel chineses, acessórios de micro retifica da china, capa de proteção para micro retifica, capa de proteção para micro retifica black and decker, dicas dremel, dicas de acessórios para micro retifica,








Precisa de acessórios para lixar e polir com micro retífica?


Nossa loja no mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

Forte abraço e até o próximo!

domingo, 29 de maio de 2016

TechLab: Esse defeito saí no polimento? Alguns defeitos de repintura automotiva e suas causas.

Olá pessoal.

Seu carro saiu da funilaria com defeitos na pintura?
Mandou seu carro para pintura e voltou pior do que antes?
Pintou seu carro em casa e teve problemas?

Recebo algumas dúvidas rotineiras sobre o que saí no polimento ou não, o que devo lixar ou não bem como o que pode ter causado o defeito na pintura automotiva feita em casa.

Abaixo estão os principais defeitos que notamos durante o polimento técnico em repintura e não sabemos se eles irão sair ou não, se devemos lixar mais ou não bem como quando eles aparecem ou podem aparecer na repintura.

1. Olho de Peixe e Fervura: 

Trata-se de bolinhas na pintura que normalmente não cobrem a peça ou ficam em uma demão superior, deixando um buraco na pintura.




Embora tenham praticamente o mesmo aspecto, o olho de peixe pode surgir devido à:
  • Peça contaminada e engordurada.
  • Presença de contaminação e oleosidade no ar da pistola.
  • Presença de contaminação, umidade e oleosidade em excesso no momento da pintura em ambiente não isolado.
Esse defeito pode ser amenizado no lixamento antes de polir mas, dificilmente irá sair por completo da pintura. Normalmente irá necessitar de retoque ou repintura completa da peça danificada.

Já a fervura ocorre com tintas e vernizes catalisados:
  • Uso de diluente incompatível: Uso de diluentes que não são recomendados pelo fabricante para o tipo de tinta ou verniz que você está aplicando.
  • Uso de catalisador vencido ou inapropriado: Uso de catalisador que não é recomendado pelo fabricante ou fora do período de validade.
  • Falha da relação catalisador / tinta ou verniz: Excesso ou falta de catalisador.
  • Falta do tempo de mistura do catalisador e verniz ou tinta antes de usar: Os produtos não foram corretamente misturados antes da pintura.
  • Falta do tempo de espera minimo para poder aplicar o componente catalisado com a pistola: Normalmente devemos deixar a mistura em repouso por cerca de 5 à 10 minutos antes de fazer a pintura.
Algumas pessoas conseguem corrigir a fervura antes de aplicar a tinta na peça inteira, normalmente já é possível ver esse problema na demão empoeirada em uma pequena parte da peça, pois ela se manifesta instantaneamente no momento da pintura. Para corrigir, pega-se um pano que não deixe fiapos embebido no diluente apropriado para a tinta poliuretano e faz-se a limpeza. Tal procedimento só é possível no caso do acabamento com tinta PU, não sendo aplicável ao verniz PU.

2. Poros após a pintura ou polimento: 

Esse tipo de defeito normalmente ocorre com tintas, fundos e vernizes quando:
  • Não respeitamos o tempo minimo entre demãos.
  • Demão muito grossa: Aplicamos uma demão muito carregada.

Muito comum em áreas de escorridos, aonde nitidamente temos o excesso de material aplicado em uma pequena área. Tal defeito ocorre pela falha de evaporação dos solventes de uma camada mais profunda da demão e pode aparecer mesmo após o polimento técnico envolvendo o lixamento.

Esse defeito normalmente não se corrige lixando mais a peça, necessita então de um retoque ou repintura para ser corrigido.

Por fim, falo para vocês que esses são alguns dos motivos pelos quais para um polidor que não fez a pintura trabalhar o polimento envolvendo lixamento de uma repintura é complicado, pois o defeito por aparecer ou ficar mais visível somente após o lixamento e polimento da peça. Quando lixamos e removemos a casca de laranja em excesso de uma repintura nós fatalmente podemos nos deparar com mapeamento, marcas de lixa de funilaria por debaixo da tinta, destacamentos e os defeitos comuns mostrados acima.

3. Marcas de lixa por baixo da tinta ou verniz:



Essas marcas diferem das marcas de lixa para polimento pois são encobertas pela tinta e pelo verniz e normalmente são bem grosseiras. São causadas por:
  • Lixamento errado: Excesso de pressão no taco ou hookit, falta de interface, uso de lixa muito agressiva, falta de preenchimento com fundo pu ou massa em áreas limadas / esmerilhadas.
Essas marcas ficam evidenciadas após a remoção da casca de laranja durante o polimento técnico. Para resolver este problema devemos repintar ou retocar a peça e área afetada.

4. Casca de laranja em excesso: 




Esse é o defeito que praticamente não é considerado um defeito e sim um reflexo da pintura com pistola de pintura. Este efeito é natural em carros originais e tem um grau aceitável durante a pintura. Casca de laranja em excesso por ser causada por:
  • Falha de regulagem da pistola de pintura.
  • Pistola de pintura inapropriada para o grau de acabamento que você busca.
  • Falta de ar e pressão para a pistola de pintura que você está usando (o compressor não é adequado à pistola)
  • Falta de conhecimento sobre como pintar com a pistola de pintura.
  • Uso incorreto de diluente, uso de tinta ou verniz muito grosso.
  • Falta de diluente em condições climáticas adversas.
Normalmente a casca de laranja pode ser corrigida com polimento porém, caso você tenha aplicado tinta ou verniz muito grosso, talvez essa correção não seja completamente possível pois você irá lixar muito a peça para conseguir nivelar o verniz ou tinta após a pintura, necessitando então de repintura novamente para corrigir o problema.

5. Escorrido: 

O mais comum dos defeitos. Ocasionado por falha do pintor no momento da pintura, não obedecendo os parâmetros de como usar a pistola de pintura corretamente. Normalmente virá acompanhado de pequenos poros conforme mencionado anteriormente. O processo de correção de escorridos está no vídeo (clique aqui para assisti-lo). Caso o escorrido seja na tinta poliéster, você deverá corrigi-lo antes de aplicar o verniz.

6. Destacamento: 

Muito comum em para-choques e peças plásticas em geral. Esse defeito pode ocorrer por:
  • Falha de preparação com lixamento utilizando lixas mais finas do que deveria.
  • Falha de limpeza da peça antes de pintar.
  • Peça com pintura antiga muito grossa que não tem elasticidade minima para aguentar pequenas variações de dilatação da peça.
  • Não utilizar seladoras em peças plásticas.
  • Falta de elastificante em peças que sofrem muita torção e impactos.
7. Pé de galinha: 

O pé de galinha é um defeito que ocorre em áreas aonde foi aplicada massa. Normalmente pode ocorrer porquê a massa aplicada não secou completamente antes da aplicação do fundo ou da pintura, fazendo com que a mesma trabalhe e forme caminhos (pequenas fendas, trincados) na área em que foi aplicada. A correção exige retoque ou repintura completa da peça / área danificada.

Mais comentários em meus vídeos sobre defeitos em repintura:




8. Mapeamento de pintura.

O mapeamento nada mais é do que áreas em que é possível ver um contorno, em baixo ou alto relevo, normalmente relacionado à má utilização da massa automotiva (seja ela qual for). Em alguns casos ele não fica evidente na aplicação e lixamento do fundo, especialmente se você não utilizar o controle de lixamento durante as etapas de lixamento. É comum aparecer durante os processos de micro pintura e reparos de funilaria rápida. 

Veja como o controle de lixamento pode ajudar a ver os defeitos que podem ficar expostos se não lixados corretamente:
 

Na imagem acima conseguimos notar as passadas da pistola de pintura nas áreas de aplicação do fundo, bem como tamanho do seu leque e área de cobertura em que as passadas foram feitas, evidenciando muito aonde começa e aonde termina a aplicação / passada de fundo com a pistola.

Esse padrão de defeito não irá sair no polimento e ficará mais evidenciado quanto mais lisa estiver a pintura.

http://rodrigogsi.blogspot.com/2016/05/techlab-esse-defeito-sai-no-polimento.html

Solução: Repintura após preparação correta.

9. Massa poliéster não seca.

Esse problema normalmente ocorre por falta de catalizador na mistura durante o uso. A massa não irá secar e deverá ser removida completamente utilizando uma espátula.  
Não é possível lixar massa poliéster que não está completamente seca.

Solução: Remover completamente a massa poliéster que não seca. Lixar novamente a superfície e reaplicar a massa seguindo corretamente o mecanismo de uso recomendado pelo fabricante.

10. Tinta ou Verniz PU (baixo, médio e altos sólidos) não seca.

Esse é mais um defeito normalmente relacionado ao uso incorreto ou falta de catalisador na mistura durante o uso, ou até mesmo uso incorreto de aditivos tais como flexibilizante e fosqueante durante a pintura. A pintura deverá ser feita novamente, removendo completamente a camada afetada pela falta de cura (secagem).

11. Verniz destacando após a pintura com tinta poliéster.

Além dos problemas relacionados acima, pode ocorrer destacamento fácil após a aplicação do verniz na tinta poliéster. Isso pode ocorrer por não aplicar o verniz após o tempo ideal de aplicação do verniz em uma pintura com tinta poliéster, ou também pelo lixamento da tinta poliéster antes de aplicar o verniz.

Solução: Repintura.

12. Verniz não abre brilho

Normalmente quando o produto está impróprio para uso este problema pode ocorrer. Outra coisa que faz com que isso ocorra é falha de secagem ou uso de diluente incorretamente. Aceleração de secagem feita incorretamente e uso de ceras com silicone no polimento antes da cura completa do verniz também podem ocasionar esse problema.

Solução: Polimento, Repintura.

13. Sujeira por baixo da pintura, seja por baixo da tinta ou verniz.
Quando existe sujeira entre as camadas de tinta, verniz e primer que ficaram após a pintura, normalmente esse defeito não irá sair 100%.

Casos em que não é possível remover a sujeira:
1. Quando ela está nas camadas de tinta poliéster.
2. Quando está na primeira camada de verniz. Primeira demão.
3. Quando está na segunda camada de verniz. Segunda demão.

Algus casos em que a sujeira poderá ser amenizada ou removida após a pintura:
1. Quando ela está na última camada de verniz. Terceira demão.
2. Quando ela se depositou após a última camada de verniz. terceira demão.

Para pintura com tinta PU, vale a mesma regra do verniz.

Solução: Poderá sumir ou ser amenizado com polimento envolvendo lixamento, resolvido completamente com Repintura.


14. Possíveis soluções para defeitos na pintura automotiva:

Normalmente todos os defeitos são solucionados sem grandes problemas, seguindo algumas dicas básicas que passo em meus vídeos e artigos e estão sintetizadas abaixo:




Um forte abraço e até o próximo!

Compre seus produtos para polimento automotivo comigo!

Palavras-chave: defeito de pintura automotiva,poros no verniz como corrigir,poros no verniz,poros na tinta,olho de peixe na pintura como tirar,defeitos que saem com lixamento,lixamento de pintura,polimento técnico de repintura,polimento técnico,defeitos que saem com polimento,defeitos que não saem com polimento,como evitar defeitos de pintura automotiva,principais causas de defeitos em repintura, pintura destacando, fervura de tinta, verniz pu, tinta pu, evitar defeitos de pintura com pistola, manchas brancas na pintura, pontinhos brancos na pintura

sexta-feira, 27 de maio de 2016

Como Polir Metais Polimento em Metais Parte 2: Polimento Manual em Metais Cromados

Olá pessoal, tudo bem?

Seguindo nosso processo de polimento em metais, hoje iremos tratar o polimento manual em áreas cromadas.

Qual é o tratamento anterior ao polimento?

O pré polimento da peça está descrito aqui! Confira!




Agora que já sabemos quais foram os passos anteriores, podemos prosseguir com o polimento.

Quais os cuidados ao polir peças cromadas?

Exatamente a abrasão. Opte sempre por um polimento brando e cuidadoso, evitando polir demais e desgastar muito o cromo.

Quais os materias necessários para fazer o polimento de cromados manualmente?

Vamos utilizar:

1. Composto polidor de metais (em meu caso, Mills).
2. Hand Pad (Apoio Manual) para polimento 3 polegadas.
3. Boina de Tecido Suave (ou equivalente) 3 polegadas.
4. Flanela de micro fibra ou 100% algodão.
5. Cera para proteção e acabamento final (em meu caso, NS Paste Wax).

Vamos ao vídeo?




Todo o material utilizado pode ser comprado diretamente conosco, basta entrar em contato pelo email vendas@rodrigogsi.com.br pedindo seu kit. Não esqueça de enviar seu cep para agilizarmos os cálculos. Aceitamos Pagseguro.

No próximo vídeo iremos abordar o tema utilizando a politriz para fazer o trabalho.

Um forte abraço e até o próximo!

Precisa de produtos para pintura e polimento? Confira a lista completa de produtos que vendemos e os valores em www.rodrigogsi.com.br.

Confira nossos sets de produtos para venda direta em nossa loja! rodrigogsi.tudonavitrine.com.br

Envie seu pedido de compra para vendas@rodrigogsi.com.br.

Para comprar no mercadolivrehttp://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

Quer saber como funciona para comprar com rodrigogsi? Clique aqui!

Palavras-chave: como polir metais,polir cromados,polimento de metais,polir metais com politriz,acessórios para polimento em metais,acessórios para polir metais,quais produtos usar para polir metais,qual produto usar para polir cromado,polir cromo,é possível polir cromados,polir peças cromadas,acabamento cromado como polir,recuperar brilho de cromado,tirar oxidação de cromados,polir para-choque cromado,restauração de peças antigas,restauração de antigos,recuperar para-choque de clássicos,ford mercury,detail,polimento de metais,detalhamento automotivo,polimento em metais,técnicas de revitalização de peças cromadas,técnicas de polimento em metal,polimento de metal,vídeo aulas de detalhamento automotivo,curso de embelezamento automotivo,curso de detail,

quinta-feira, 26 de maio de 2016

Polidor: Acessório para facilitar o polimento em áreas de difícil acesso! Prolongamento de eixo para sua politriz!

Olá pessoal.

Como aumentar prolongar o eixo da sua politriz?

Hoje trago para vocês algo sobre um acessório de polimento muito procurado ultimamente.

Eixo prolongador para politriz:



Existem diversos modelos deste produto disponíveis no mercado, um deles é o que está na imagem acima. Trata-se de um eixo prolongador para politriz com cerca de 10 centímetros, feito totalmente em aço, com rosca M14 fêmea e macho 5/8.

O eixo prolongador para polimento ajuda muito o polidor nas seguintes situações:

  1. Polimento em áreas de difícil acesso: Embaixo do retrovisor, nos locais próximos à placa, vãos de para-choque, faróis de neblina e etc.
  2. Polimento interno: Polimento geral em áreas internas do veículo.
Quais os cuidados que devo ter ao usar o parafuso prolongador de eixo?
  1. Inclinação: Ao inclinar a boina e o eixo, a percepção de inclinação e pressão é prejudicada, ou seja, você pode ter problemas por não "se ligar" de que está trabalhando com a máquina inclinada em excesso.
  2. Bordas: Cuidado para não ter o contato do eixo com áreas do veículo.
  3. Suportes e boinas: Não use suportes e boinas maiores do que 3 polegadas, esse acessório é feito para polimentos em áreas localizadas.
Você vende este acessório Rodrigo?

Sim! Temos um modelo que é mais seguro que os demais, por ter uma capa de proteção plástica que previne o parafuso de enroscar, pois gira em falso caso entre em contato com alguma área não desejada.

Fotos do uso do prolongador de eixo com boinas 2 polegadas:









Parafuso eixo prolongador 10cms para rosca M14 com saída 5/8 (compatível com todos os nossos suportes de velcro) com frete grátis: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-786644284-prolongamento-de-eixo-10cms-para-politriz-m14-para-58-_JM

Kit de boinas e suporte 2 polegadas mostrado na foto com frete grátis: http://produto.mercadolivre.com.br/MLB-767917402-kit-espelhamento-2-polegadas-frete-gratis-_JM

Existe também para roto orbitais?

Não existe e não recomendo o uso com parafuso adaptador para roto orbital.

Compre seus produtos para polimento automotivo comigo!

Catalogo completo: www.rodrigogsi.com.br


Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br


Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527


vendas@rodrigogsi.com.br



Palavras-chave: parafuso para politriz,prolongador de eixo,parafuso para prolongar eixo da politriz,parafuso adaptador prolongador de eixo,polimento localizado,acessórios para politriz,acessórios para polimento,parafuso prolongador M14,como polir áreas localizadas,detail,fulldetail,acessórios para polidores,tudo sobre polimento

quarta-feira, 25 de maio de 2016

TechLab: Qual o melhor medidor de espessura camadas automotivo? Como escolher um medidor de camadas.

Olá pessoal, tudo bem?

Mais uma vez vamos abordar o tema do medidor de espessura, trazendo para vocês alguns parâmetros para a escolha do equipamento.

Quando compramos e escolhemos uma ferramenta, um produto, um acessório, não existe o melhor do mundo, existe o que se enquadra em nosso orçamento e nossa rotina de trabalhos, tendo o padrão de funcionamento e nos proporcionado a operabilidade e qualidade que buscamos.

Vejo muitos polidores comprando medidores de espessura sem um critério claro de uso e o pior, sem saber realmente aplicar o uso dessa ferramenta em seu dia-a-dia.

Não sabe o que é um medidor de espessura? Clique aqui!

Vamos dividir o tema em duas perspectivas: Polimento e Pintura.

Para um polidor, a aplicação mais racional é a de saber aonde está pisando. Identificar uma repintura é, muitas vezes, algo que irá prevenir problemas na etapa de lixamento para remoção de casca de laranja ou opacidade da peça, prevenindo assim mostrar mapeamentos de massa ou tinta rala e queimar a peça por esgotar o verniz aplicado.

Polimento: Útil para identificar repinturas e aplicações de massa. Útil para fazer uma estimativa de verniz ou tinta poliuretano que pode-se lixar ou polir, tendo como base que cada demão de um desses acabamentos tem por volta de 25 mícrons em um cenário ideal e tem-se 3 demãos aplicadas sobre a peça. Levamos em conta também que uma delas é empoeirada.

Para um pintor, normalmente o desejado é uma visão geral sobre a espessura total da chapa, levando em conta a quantidade total de produtos que já estão presentes na peça após o lixamento inicial de uma repintura, podendo poupar tempo nas etapas de lixamento e evitar problemas como destacamento da repintura após o reparo executado, devido à uma espessura muito grande sobre a peça, pintura grossa como o pessoal fala por aí.
Tomando em conta que uma pintura "original" terá cerca de 120 mícrons, essa seria a base comparativa para avaliar se uma repintura está ou não muito grossa. O que vejo muito em retoques e repinturas completas e parciais são valores variando entre 170 e 350 mícrons.

Pintura: Útil para identificar se as camadas de produtos aplicadas sobre o substrato estão muito grossas e fora dos parâmetros desejados para os diferentes produtos usados.
Exemplo: Recomenda-se que uma demão de verniz tenha cerca de 25 mícrons, logo, se você medir uma área antes e depois de uma demão de verniz o valor deve ser +- esse.
Outro exemplo é o limite máximo de espessura de massa poliéster aplicada sobre a chapa.

E então, como escolher o medidor?

Existem equipamentos básicos e mais completos.

Para um pintor, normalmente a medida em milímetros com 2 casas decimais é suficiente, porém, para um profissional de polimento uma resolução em mícrons é o ideal.

Porquê?

Porquê para um pintor o valor preciso não é vital no seu trabalho. Para um polidor cada mícron a mais ou à menos pode fazer uma boa diferença sobre a técnica que será adotada para polir tal área.

Se você busca um medidor de espessura somente para identificar áreas repintadas um modelo básico com resolução em milímetros irá ser suficiente. Já se você busca um equipamento que lhe dê precisão sobre desbaste de verniz durante o polimento além de identificar repinturas um modelo com resolução em mícrons é recomendado.

Portanto: Fique atento à resolução do aparelho que você irá comprar. Modelos mais completos são os desejados para profissionais que buscam precisão em seus trabalhos.

Forte abraço e até o próximo!

Compre seus produtos para polimento automotivo comigo!

Catalogo completo: www.rodrigogsi.com.br


Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br


Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527


vendas@rodrigogsi.com.br


Palavras-chave: medidor de camadas, medidor de espessura, qual medidor de camadas comprar, qual medidor de espessura comprar, como escolher um bom medidor de espessura, qual medidor de espessura é melhor, qual medidor de camadas é melhor, medidor de espessura digital para polimento, medidor de camadas para polimento, detail com medidor de espessura




terça-feira, 24 de maio de 2016

Unboxing: Produtos de Detalhamento Automotivo do Exterior: Prato Suporte de Velcro Rupes Bigfoot 21mm 5" 125mm para Roto Orbital 21mm (roto orbital com rosca fêmea)

Olá pessoal. Todos sabem que no Brasil as coisas são, no minimo, caras devido à carga tributária. Estamos passando por momentos complicados e precisei fazer uma compra internacional, tendo em vista que os preços aqui não são os melhores.

Hoje é possível pagar até com boleto, mesmo sendo uma cobrança em dólar e não é obrigatório o uso de cartão internacional para pagamento de compras internacionais até onde eu conheço sobre o tema.

Precisei comprar um prato para a politriz padrão 21mm de órbita, as que possuem encaixe diferente da maioria das "hookits" (lixadeira roto orbital pneumática e politriz roto orbital) que temos no mercado nacional. Trata-se de um padrão que não vem com a rosca, ou seja, vem furado para ser preso com parafuso.

Procurando aqui no Brasil encontrei o item por cerca de R$120,00. Resolvi mais uma vez me aventurar e comprar de fora.

Achei o modelo e fiz a compra de 2 itens. Fiz a compra no final de Janeiro e, segundo o pessoal, seria enviado até metade de fevereiro. Até aí OK, recebi o código de rastreamento após cerca de 15 dias e tudo certo. Aí veio uma mensagem dizendo que o item não havia sido enviado pois houveram problemas e não havia estoque do mesmo. Solicitaram que eu pedisse o estorno do valor porém não concordei pois realmente precisava do prato. Pediram-me mais um mês e ao final desse tempo já estávamos no final de março. Neste final de março perguntei ao vendedor sobre o produto e, novamente, recebi uma proposta de troca pelo prato 6 polegadas. Falei que não e ele me pediu mais um mês para enviar o item. Por fim na metade de abril o item foi enviado e chegou no dia 18/05 em minhas mãos, o correio foi bem rápido para entregar a compra.

O produto veio bem embalado e chegou certinho, sem danos à embalagem tão quanto ao produto, portanto trata-se de um vendedor confiável e uma compra relativamente segura. Vale lembrar que, em caso de problemas, temos à possibilidade de pedir ressarcimento do valor da compra ou combinar uma solução com o vendedor (isso para compras em lojas virtuais conceituadas). O contato com os vendedores deverá ser feito em Inglês, o que pode ser problema para alguns.

Não fui taxado dessa vez e a compra chegou corretamente, conforme vocês podem ver nas fotos. Caso fosse taxado, a taxa seria algo em torno de 60% do valor da compra. Na maioria dos casos o valor da compra para a Receita Federal é um valor arbitrário ao acaso, ou seja, eles não abrem sua encomenda para ver o real valor do item comprado. Sendo assim ele pode ser maior ou menor do que o realmente deve ser. Vale lembrar que você pode recorrer do valor da taxa caso este valor seja maior do que o normal ou máximo possível (60% sobre o valor real da compra incluindo taxas de envio).

O ruim é ter que esperar um longo tempo e, no meu caso, maior ainda devido à problemas por parte do vendedor.

O anúncio foi removido dias após eu realizar a compra, ainda antes do período de envio do primeiro código de rastreamento.

Valeu a pena? Sim! O prato é perfeito e funciona corretamente na politriz, sem problemas. Porém o prazo de entrega é muito alto. Prato de qualidade que valem a pena comprar. Infelizmente não existe mais o anúncio para compra do produto.





As coisas estão corridas e assim que possível farei vídeos mostrando o prato e o funcionamento dele na politriz, mas creio que isso é o de menos, o intuito desses artigos é mostrar para vocês como funcionam as compras internacionais de produtos para detalhamento automotivo e se vale a pena comprar ou não.

Trata-se de um acessório ligeiramente complicado de se achar para comprar até mesmo no exterior, imagina então no Brasil. Sei de alguns lugares que importam e vendem esse mesmo prato, porém faz tempo que não pesquiso e não tenho links nem indicações para compra. Além disso, existe no eBay o prato 3 polegadas com este mesmo padrão de encaixe porém, como já temos o adaptador para usar os pratos da politriz rotativa na roto orbital, acho desnecessário investir na compra deste item.

Nota: Pessoal, não adianta vocês me enviarem links de produtos e me perguntarem se o produto é bom ou não, se presta ou não pois eu não sei, não tenho recomendações sobre compras internacionais. Estou apenas trazendo informações uteis para vocês sobre minha experiência com produtos que eu comprei. Existem diversos fabricantes com diversos padrões de qualidade em sites de venda internacionais ou seja, produtos de primeira, segunda e até talvez terceira linha. Desconfie sempre que existirem produtos iguais com muita variação de preço entre os mesmos.

Não divulgo a loja que comprei e não irei divulgar!

Chaves de busca para o produtos: rupes 5" backing plate

Precisa de produtos de polimento de qualidade? Compre comigo! Suporte técnico completo para hobistas e profissionais!

Catalogo completo: www.rodrigogsi.com.br


Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br


Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527


vendas@rodrigogsi.com.br









Forte abraço moçada!


#rupes #fulldetail #rupesbigfoot #dapolisher #dualaction #sandingplate #DApolisher #detail #detailer #carcare #carcareproducts #rodrigogsi #detailers


domingo, 22 de maio de 2016

Detail: Polimento e Revitalização de Pintura Sandero Azul como Polir Carros

Olá pessoal.

Aqui mais um trabalho de revitalização de pintura rápido. O carro estava muito contaminado e bem judiado da ação do tempo. Tinha pouco tempo para fazer o trabalho, cerca de um dia, o que me obrigou a escolher bem uma etapa somente para remoção de defeitos na pintura em conjunto com o melhor acabamento possível, ou seja, fazer bem o spot test para ter algo bem abrasivo sem criar marcas circulares na pintura, deixando um bom acabamento em uma só etapa com a politriz.

Tempo de trabalho: Entre 8 e 10 horas.


  1. Lavagem e descontaminação com clay bar em barra (mecanismo manual).
  2. Polimento: Revitalização básica em uma etapa, corte com Extre Forte + Boina de espuma laranja.
  3. Proteção: Cera de carnaúba em pasta aplicada e removida manualmente.
  4. Tratamento dos plásticos externos com renovador de plásticos em cor preta.

Espessura de verniz: Média de 170 mícrons. O carro possuí repintura e retoques.



















Corte: Espuma Laranja + Extra Forte. 


Vídeo:



Politriz: Rotativa.


Compre os produtos utilizados comigo!


Catalogo completo: www.rodrigogsi.com.br


Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br


Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527


vendas@rodrigogsi.com.br

sábado, 21 de maio de 2016

Detail: Polimento Fox Vermelho Flash fotos do resultado e detalhes sobre como polir carro vermelho.

Olá pessoal.

Atendendo à pedidos aqui o resultado de um polimento completo utilizando somente boinas de espuma em corte, refino e lustro. Carro com pintura completamente original, com espessura de cerca de 120 mícrons.

Pintura em dupla camada (base poliéster e verniz altos sólidos).

Horas de trabalho: 12 horas.

1. Descontaminação completa.
2. Polimento de pintura e faróis.
3. Proteção: Cera em pasta de carnaúba.




Espuma Laranja + Ninja.
Espuma Branca + Ninja.
Espuma Preta + Lustrador.
Cera de Carnaúba em Pasta: Aplicação e remoção manual.
Polimento em locais de difícil acesso com hand pad 3" e boina de espuma laranja.

Vídeo em nosso canal:







Politriz: Rotativa.

Compre os produtos utilizados comigo!

Catalogo completo: www.rodrigogsi.com.br

Loja virtual com kits especiais: rodrigogsi.tudonavitrine.com.br

Loja no Mercadolivre: http://lista.mercadolivre.com.br/_CustId_75922527

vendas@rodrigogsi.com.br